quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Delegacia do Trabalho interdita área atingida por incêndio na Repar



Por conta da falta de segurança para os cerca de 300 trabalhadores que tentavam recuperar o local atingido pelo incêndio na Refinaria da Petrobrás em Araucária (Repar), na última sexta-feira, os auditores do trabalho da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego decidiram interditar a unidade.repar (1)O pedido para que fosse feita a inspeção foi feito pelo Sindicato da categoria, Sindipetro. Segundo o laudo do auditor fiscal responsável, Elias Martins, o lugar precisou de interdição porque ao contrário do que se imaginava inicialmente, “o que parecia ser um acidente de pequenas proporções (…) sofreu – decorrente das altas temperaturas – consequências sérias na parte civil e nas estruturas metálicas”.
Ainda de acordo com relatório, o trabalho de recuperação seguia normalmente e não se atentava para a necessidade da fiscalização de um engenheiro que atestasse as condições de segurança do local. A conclusão do auditor é de que “há risco grave de acidentes contra os trabalhadores”.
A redação do blogdajoice.com entrou em contato com o presidente do Sindipetro, Silvanei Bernardi, que garantiu que a categoria pretende cruzar os braços por pelo menos trinta dias, a partir da semana que vem. “A refinaria ela tava querendo ‘partir’ a qualquer custo, inclusive expondo várias pessoas a um risco absurdo”.
A Petrobras informa por meio de nota enviada à imprensa que a causa do recente acidente está sendo apurada e garante que não houve explosões. A empresa não quis comentar a interdição da unidade